Home Perfil Contato Anuncie Image Map

27 julho 2016

#LeituraEmDia: A garota que você deixou para trás


     Olá meus amores, tudo bem?
      O blog voltou e hoje eu vim falar de um dos meus queridinhos do momento, o livro A garota que você deixou para trás, da Jojo Moyes. Para quem não se lembra, a Jojo foi quem escreveu Como eu era antes de você, que virou o filme mais queridinho da galera, e Depois de você, que é a sua continuação, ambos já têm resenha aqui no blog (aqui e aqui).
      A garota que você deixou para trás é dividido em duas partes separadas por quase um século. Ambas se passam ao redor de um objeto muito valioso para as duas partes, o quadro que dá o nome ao livro. 

Na França, em 1916, Sophie Lefévre precisa manter a família em segurança enquanto seu adorado marido, Édouard, luta no front na Primeira Guerra. Quando ela é obrigada a colaborar com os oficiais alemães, sua casa se torna foco de terríveis conflitos. E, no momento em que o comandante da ocupação descobre um retrato de Sophie pintado por Édouard, tem início um complicado jogo de interesses, que vai levar a jovem a tomar uma decisão arriscada.
Nos anos 2000, em Londres, o retrato de Sophie ocupa uma parede da casa de Liv Halston: um presente dado por seu marido pouco antes que ele morresse. Um encontro inesperado revela o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Uma história que está prestes a vir à tona e vai virar a vida de Liv de cabeça para baixo.
Em A garota que você deixou para trás, duas jovens separadas por quase um século estão juntas em sua determinação de lutar por aquilo que amam - custe o que custar. 

        A primeira história me atraiu muito fácil, até porque não faz muito tempo que li os outros livros da autora e estava muito empolgada com as suas histórias. Em poucas páginas eu me envolvi com a história de Sophie e todas as suas dificuldades por estar longe de seu amado marido. Sophie viveu momentos difíceis depois que os alemães ocuparam sua cidadezinha, e em cada capítulo, deixava claro toda a sua saudade. A primeira parte do livro nos faz pensar até que ponto Sophia vai para conquistar o que quer, até que ponto se pode ir para reencontrar alguém que se ama. E será que, depois de todo o sacrifício de Sophie para poder encontrar seu marido, terá valido a pena? 
      Fiquei muito chateada quando começou a segunda parte, pois ela corta a primeira parte em um dos momentos mais emocionantes do livro. Demorei um pouco mais para me interessar pela história de Liv, eu só pensava no que teria acontecido com Sophie, e só entendi a conexão das duas histórias alguns capítulos depois. 
       A segunda parte conta a história de Liv e toda a sua força para deixar o luto em que vivia pela perda de seu marido, e o começo de mais uma história de amor, entre Liv e Paul. Quando pensamos que Liv finalmente encontrou alguém, um pequeno detalhe relacionado ao quadro que tanto ama pode mudar o rumo de seu novo relacionamento, ou até acabar com ele. Mais uma vez o livro nos faz pensar no que realmente é importante. Até que ponto Liv e Paul podem abrir mão de seus interesses para viver esse romance. Será que os interesses pessoais devem ou podem ser maiores do que o interesse comum de um relacionamento?

Obrigada a cozinhar para os soldados alemães que ocupam o St Péronne, na França, durante a Primeira Guerra Mundial, Sophie Lefèvre mantém exposto no restaurante da família o quadro pintado por ser marido, o artista Édouard Lefèvre. O comandante responsável pela ocupação da cidade fica completamente envolvido pela imagem de Sophie na tela, e parece também se sentir atraído por ela. Quando chega a notícia de que Édouard foi enviado para um campo de prisioneiros, Sophie propõe uma troca arriscada na tentativa de garantir a liberdade de seu grande amor.
Quase cem anos depois, o retrato de Sophie tem agora lugar de destaque no quarto de Liv Halston, uma jovem viúva que mora numa casa com paredes de vidro. Presente de David, seu falecido marido, o quadro A garota que você deixou para trás tornou-se símbolo de todas as boas lembranças de seu breve casamento. Quando Liv decide sair do luto e volta a se abrir para a vida, os herdeiros de Édouard Lefèvre aparecem para reivindicar a posse da obra, alegando que o quadro fora roubado pelos alemães. 
Uma trama tecida com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.
        Alguém aí ficou curiosa para saber mais dessa história? Eu aposto que você irá gostar, assim como se apaixonou por Como eu era antes de você. Se você gostou da resenha e se interessou por esse livro você pode comprar online no site da Saraiva por R$ 26,20, ou no site Submarino por R$ 29,67 (valores pesquisados em julho/2016). Se você tem alguém livro para me indicar deixe seu comentário aqui, eu amo as sugestões de vocês e prometo ler e fazer um post. Fiquem ligadinhas aqui no blog que essa semana ainda vai rolar top 5 sobre batons, look do dia e muito mais. Não percam. 
       Se você é nova por aqui não se esqueça de "Participar deste site" clicando aqui do ladinho. Isso ajuda muito na divulgação do blog. Curta também a fanpage (facebook.com/blogjessicamontagnhani) para fazer parte desse time lindo e ficar por dentro de tudo o que é publicado aqui no blog em primeira mão. Para acompanhar o meu dia a dia me siga no Instagram @jessicamontagnhani e no snapchat jemontagnhani
       Um super beijo e fiquem com Deus!

2 comentários:

© Jéssica Montagnhani - 2015. Todos os direitos reservados. Design por: Vinicius Basan. Tecnologia do Blogger. imagem-logo